Nova York é uma cidade que está no plano de muitos turistas. Com seus grandes edifícios a metrópole atrai pessoas que apreciam a modernidade e as novidades que só são encontradas na região. Os famosos lugares como a Estátua da Liberdade, a Times Square e o Empire State fazem parte dos pontos turísticos mais visitados da cidade. Além de todos os lugares onde os visitantes fazem fila para conhecer, estão as regiões não muito famosas mas que também são interessantes, por isso merecem estar na lista de quem gosta de descobrir lugares bonitos que não estão nos famosos roteiros turísticos.

A ilha de Governors Island fica na Upper Bay, quem passeia por essa região tem o privilégio de usufruir de uma bela vista de Nova York. É possível através desse ponto observar os cartões-postais repletos de arranha-céus de Manhattan, a estátua da Liberdade e a região do Brooklyn. Para completar a ilha conta com áreas verdes, espaços para piqueniques, ciclovias, vias para caminhadas e um forte do século 18. Para chegar em Governors Island uma embarcação faz o trajeto a partir da região de Lower Manhattan.

Apesar de estar perto do mar, muitas pessoas costumam visitar os edifícios da cidade, mas também é perfeitamente possível dar uma escapada para a praia, sim, Nova York tem praias, não são como as caribenhas mas tem. Uma das praias mais conhecidas é a Rockaway Beach, situada no Queens. O verão é a época mais recomendada para apreciar o lugar, pessoas locais e turistas aproveitam a descontração dos dias ensolarados. A areia dessa praia é confortável, estruturas de madeira permitem uma conversa ou uma leitura para quem prefere ficar distante do contato com a areia, os praticantes de surf podem encontrar boas ondas nessa parte litorânea.

Parar para respirar melhor e relaxar em uma cidade dinâmica é indispensável para sair um pouco da intensidade de lugares grandes. Além do célebre Central Park, a área verde New York Botanical Garden é uma ótima escolha para um dia mais perto da natureza, o parque está localizado na região do Bronx. O jardim botânico do local possui mais de 1 milhão de plantas e espécies de várias regiões do mundo. A primavera norte-americana é uma das melhores épocas para os visitantes, em que é possível ver as 200 cerejeiras em flor que formam a paisagem do parque.