Esta semana notícias sobre burros pintados para parecer zebras ganharam as manchetes dos jornais. O estudante Mahmoud A. Sarhani foi ao novo jardim zoológico do Parque Municipal International Garden do Cairo, no Egito, e se surpreendeu na ala das zebras. O rapaz ficou chocado ao ver que aquelas zebras tinham características bem distintas para a sua espécie.

Ao se aproximar de um dos animais, Mahmoud viu que a zebra não tinha a clina, bem como suas orelhas eram muito compridas. Foi então que se deu conta que as zebras eram burros pintados pelos funcionários do zoológico.

Mahmoud ficou indignado e fotografou os animais para divulgar o caso nas redes sociais, até que o assunto chegasse na imprensa. Após o rapaz publicar o caso nas redes sociais, o assunto logo se tornou viral entre os defensores dos animais e atingiu a imprensa a nível mundial.

Veterinários foram até o zoológico e constataram que as zebras eram burros de coloração clara que receberam listras artificiais para se parecerem com zebras. Mohamed Sultan, diretor do Zoológico negou que a zebra seja uma impostora e alegou que seus funcionários não pintaram o animal.

Ainda não se sabe se o zoológico sofrerá alguma sanção por promover os maus tratos dos animais. Essa também não é a primeira vez em que burros são pintados para se transformarem em zebras.

Em 2009, as duas zebras de um zoológico de Moçambique morreram de fome e o dono do parque mandou pintar dois burros com tinta de cabelo preta, para que eles substituíssem as zebras. A imprensa local de Gaza, cidade em que o zoológico ficava, divulgou que os animais foram pintados, pois o dono do empreendimento, Mohammed Bargouthi, não tinha dinheiro para contrabandear novas zebras.

O filho de Mohammed justificou o caso dizendo que precisaram fazer alguns ajustes nos burros para parecerem zebras e como o maior público do zoológico eram crianças, não viram nenhum problema, pois elas não sabiam diferenciar os animais originais dos burros. Esse jardim zoológico foi fechado em 2016.